Presidente interino divulgará data de nova eleição da Polônia nesta quarta

Presidente interino divulgará data de nova eleição da Polônia nesta quarta

Evento deve acontecer em no máximo 60 dias, segundo a Constituição polonesa

EFE

13 de abril de 2010 | 09h06

VARSÓRIA - O presidente do Parlamento e chefe de estado interino da Polônia, Bronislaw Komorowski, anunciará nesta quarta-feira, 14, a data das eleições presidenciais antecipadas após a morte do presidente Lech Kaczynski. O pleito deve acontecer dentro de um prazo máximo de 60 dias a partir do anúncio.

 

O liberal Komorowski assumiu provisoriamente a chefia do estado após a morte do presidente Lech Kaczynski e outras 95 pessoas que lhe acompanhavam na comitiva que viajava no avião que se acidentou quando se dirigia à localidade de Katyn.

 

Bronislaw Komorowski, candidato da Plataforma Cidadã para as eleições presidenciais, por enquanto é o único candidato, já que o acidente de Smolensk matou dois de seus dois rivais: o presidente Lech Kaczynski e o socialista Jerzy Szmajdzinski, vice-presidente do Parlamento.

 

Nesta segunda, Komorowski começou a designar alguns dos substitutos dos altos funcionários falecidos na tragédia aérea, na qual a Polônia perdeu, além de seu presidente, três senadores, quinze deputados, o governador do Banco Nacional, o Defensor público e chefes do Exército.

 

Primeira-dama

 

O corpo da primeira dama Maria Kaczynski chegou nesta terça-feira na Polônia para ser velado junto com seu marido. Centenas de pessoas recepcionaram a chegada do caixão, entre elas sua filha e o irmão gêmeo de Kaczynski, Jaroslaw. O velório do casal deve começar ainda nesta terça na capital Varsóvia.

 

Filha do casal, Marta Kaczynski, beija o caixão da primeira-dama. EFE/Pawel Supernark

 

Tudo o que sabemos sobre:
PolôniaeleiçõesacidenteKaczynski

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.