Jose Manuel Ribeiro/Reuters
Jose Manuel Ribeiro/Reuters

Presidente português convoca conselho para decidir eleições

Situação econômica do país se agravou após renúncia do primeiro-ministro, José Sócrates

Reuters

28 de março de 2011 | 16h42

LISBOA - O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, decidiu nesta segunda-feira, 28, convocar o Conselho de Estado na próxima quinta-feira, dia 31, para discutir quando realizar novas eleições. Os rendimentos de títulos do governo atingiram uma alta recorde por causa da incerteza política depois da renúncia do primeiro-ministro, José Sócrates.

Cavaco Silva convocou o Conselho de Estado - órgão consultivo formado por personalidades políticas importantes - para decidir sobre os próximos passos. Muitos economistas dizem que a crise provavelmente levará Portugal a pedir uma ajuda financeira.

 

"Essa é uma situação muito confusa neste momento, com muitos riscos, portanto qualquer esclarecimento sobre a eleição será bem-vinda", disse David Schnautz, estrategista de dívida do Commerzbank. "Neste momento, com toda a incerteza, eu não posso imaginar qualquer comprador aparecendo para compensar mesmo uma pequena pressão de vendas da dívida portuguesa", acrescentou ele.

O rendimento dos títulos da dívida portuguesa atingiu novos recordes de alta. Os investidores consideram inevitável um socorro financeiro ao país, com os custos de financiamento bem acima dos níveis considerados sustentáveis para a frágil economia de Portugal.

Cavaco Silva recebeu a vista do príncipe Charles, do Reino Unido, na segunda-feira e na quarta-feira receberá a visita da presidente Dilma Rousseff.

Tudo o que sabemos sobre:
PortugalConselhoEleiçõesEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.