Presidente propõe Tymoshenko para premiê ucraniana

Viktor Yushchenko sugere candidatura de sua ex-primeira-ministra para integrar governo do país

Efe,

06 de dezembro de 2007 | 10h55

O presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, propôs nesta quinta-feira, 6, à Rada Suprema (Parlamento) a candidatura de Yulia Tymoshenko para ocupar o cargo de primeira-ministra, informou o escritório de imprensa do chefe de Estado.   Yulia, de 47 anos, já foi chefe do governo entre fevereiro e setembro de 2005, mas, devido as suas repetidas brigas com a equipe do presidente Yushchenko, acabou destituída do cargo. Agora, Yulia afirma que está mais consciente e não repetirá os erros que levaram às lutas internas nas fileiras laranjas em 2005.   O presidente do Parlamento, Arseni Yatseniuk, eleito presidente da Rada na terça-feira, fez esse anúncio no início da sessão plenária desta quinta, na qual deve ser escolhida a direção do Legislativo. Ele já tinha anunciado aos deputados que o chefe de Estado fora informado que a maioria parlamentar chegara a um acordo sobre a candidatura de Timoshenko.   A coalizão de maioria, formada pelos partidos que protagonizaram a Revolução Laranja de 2004, de Yulia Tymoshenko e a formação Nossa Ucrânia - Autodefesa Popular, conta com 227 cadeiras, do total de 450 do Parlamento.   Antes das eleições parlamentares, realizadas em 30 de setembro, os partidos da Revolução Laranja decidiram que a legenda mais votada escolheria o primeiro-ministro, o que corresponde ao Yulia Tymoshenko.   A maioria parlamentar decidiu incentivar a integração nas instituições ocidentais, retirar a imunidade dos deputados, abolir o serviço militar obrigatório e punir a troca de partidos.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaTymoshenkoYushchenko

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.