Presidente russo diz que tratado contra arma nuclear avança--RIA

A Rússia e os Estados Unidos aproximaram suas posições sobre um novo tratado para redução de armas nucleares, afirmou a agência de notícias RIA, citando o presidente russo, Dmitry Medvedev, neste sábado.

REUTERS

16 de janeiro de 2010 | 12h00

"As negociações continuam, elas não são fáceis, mas no geral nós concordamos com os norte-americanos em muitas posições", afirmou Medvedev segundo a RIA, durante um encontro de líderes partidários da Rússia.

O Tratado para Redução de Armas Estratégicas (Start na sigla em inglês), de 1991, expirou em 5 de dezembro e as negociações entre Washington e Moscou para um novo acordo continuam.

O novo tratado é parte de um esforço para reiniciar as relações dos EUA-Rússia e ambos os lados prometeram cumprir os termos do tratado antigo até que uma nova versão possa ser concluída.

Entre as questões que rondam o tratado estão os números de armas permitidas e procedimentos de verificação, ambas as quais precisam de discussão detalhada.

"Demos um passo sério adiante e uma extensão considerável de nossas posições foram concordadas", afirmou Medvedev segundo a RIA.

A agência russa Interfax também citou Medvedev afirmando que futuro tratado precisa ser ratificado simultaneamente pelos dois lados.

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAEUATRATADOSTART*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.