Presidente sérvio dissolve Parlamento e antecipa eleições

Pleito parlamentar é marcado para o dia 11 de maio, após a crise gerada com a independência de Kosovo

Agência Estado e Associated Press,

13 de março de 2008 | 09h44

O presidente da Sérvia, Boris Tadic, dissolveu o Parlamento nesta quinta-feira, 13, e convocou eleições legislativas antecipadas em meio a uma crise gerada pela falta de acordo entre nacionalistas sérvios e políticos pró-Ocidente com relação aos efeitos da declaração de independência de Kosovo sobre a adesão de Belgrado à União Européia (UE).   As eleições foram antecipadas para 11 de maio, conforme recomendou o governo provisório liderado pelo primeiro-ministro Vojislav Kostunica. "Eleições são uma forma democrática de os cidadãos determinarem como será a Sérvia nos próximos anos", declarou Tadic.   Na opinião do presidente, eleito em janeiro em votação separada, o pleito dará "uma nova chance de fortalecer a soberania e a integridade territorial do país, assim como fortalecer a perspectiva econômica por meio da integração européia, e mudar as coisas para melhor".   A votação prevista para maio é considerada por analistas essencial para saber se o país balcânico se aproximará da UE e do restante do Ocidente ou se retornará ao isolacionismo da década passada.   No último sábado, Kostunica dissolveu seu governo por considerar que os nacionalistas não conseguiriam trabalhar junto com a ala pró-Ocidente, que insiste em buscar a adesão à UE apesar de 18 dos 27 países do bloco terem reconhecido a declaração de independência de Kosovo.   O nacionalista Kostunica defende que a Sérvia não deve aderir à UE enquanto o bloco não reconhecer o Kosovo como parte integrante do país. Tadic, um político pró-Ocidente, manifestou-se contra a declaração de independência, mas prefere buscar a adesão UE independentemente da questão do Kosovo.

Tudo o que sabemos sobre:
SérviaKosovoeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.