Presidente ucraniano apela à ONU para definir rebeldes como terroristas

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, apelou à Organização das Nações Unidas no sábado para rotular os rebeldes combatendo forças ucranianas nas regiões de Luhansk e Donetsk, no leste do país, como pertencentes a "organizações terroristas".

REUTERS

19 de julho de 2014 | 17h54

Durante um telefonema com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o serviço de imprensa de Poroshenko informou: "o presidente da Ucrânia apelou à ONU a condenar as ações de terroristas e reconhecer as chamadas República Popular de Donetsk e República Popular de Luhansk como organizações terroristas".

(Reportagem de Elizabeth Piper)

Tudo o que sabemos sobre:
UCRANIAAPELOONU*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.