Primeira-dama da França deixa o hospital em Paris--revista

A primeira-dama francesa Valerie Trierweiler deixou o hospital em Paris, neste sábado, uma semana após surgirem rumores que seu companheiro, o presidente François Hollande, está tendo um caso com a atriz Julie Gayet, segundo a revista Paris Match.

Reuters

18 de janeiro de 2014 | 16h30

Trierweiler recebeu alta do hospital Pitie Salpetriere e foi para a residência presidencial de La Lanterne, em Versalhes para descansar, disse a revista, para a qual Trierweiler trabalha.

O escritório de Hollande não quis comentar. Fontes próximas a Trierweiler não estavam disponíveis para confirmar a notícia.

Trierweiler foi internada no hospital há uma semana, após a revista de fofoca Closer publicar supostas imagens de Hollande fazendo uma visita noturna ao apartamento de Gayet, em Paris.

Hollande, que visitou Trierweiler no hospital na última quinta-feira, segundo uma fonte no seu escritório, estava em Tulle, no centro da França, no sábado. Seu discurso não fez referência ao problema.

Os boatos do caso com Gayet, que Hollande não confirmou e nem negou, levantou questões sobre a permanência de Trierweiler na posição extra-oficial de primeira-dama francesa e companheira do presidente em visitas de estado.

(Reportagem de James Regan e Elizabeth Pineau)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAPRIMEIRADAMAHOSPITAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.