Príncipe Harry recebe medalha por servir no Afeganistão

Herdeiro da família real britânica é condecorado por missão frustrada por jornais que revelaram seu paradeiro

Efe,

05 de maio de 2008 | 09h15

O príncipe Harry recebeu nesta segunda-feira, 5, com outros 159 membros de seu regimento de cavalaria, uma medalha por seu serviço militar no Afeganistão. A cerimônia de entrega ocorreu em Windsor, e o terceiro na linha de sucessão ao trono britânico recebeu o prêmio das mãos da tia, a princesa Anne.   Após o ato, foi celebrada na igreja de Windsor um serviço religioso em memória aos soldados de sua unidade mortos nos seis meses de serviço na província de Helmand.   Harry foi enviado secretamente ao Afeganistão em dezembro do ano passado, mas, ao vazar na imprensa a notícia de sua presença no país, seus superiores decidiram colocar fim à missão do príncipe.   A missão, que devia durar quatro meses, ficou reduzida a apenas dez semanas, diante do risco de que os taleban ou a Al-Qaeda o considerassem um alvo privilegiado, o que representaria um risco físico não só para ele, mas para seus colegas.

Tudo o que sabemos sobre:
HarryReino UnidoAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.