Príncipe William se forma como piloto de busca e resgate

LONDRES (Reuters Life!) - O príncipe William, segundo na linha de sucessão do trono britânico, começará seu trabalho como piloto de busca e resgate para a Força Aérea Real (RAF) britânica depois de se formar no treinamento nesta sexta-feira, disse seu porta-voz.

REUTERS

17 de setembro de 2010 | 10h54

William, filho mais velho do príncipe Charles e sua falecida esposa, princesa Diana, será o copiloto dos helicópteros Sea King, como parte de uma equipe de quatro homens no Vale RAF em Anglesey, na costa noroeste do País de Gales.

"O curso tem sido um desafio, mas eu aproveitei imensamente", disse William, de 28 anos. Ele agora adquiriu o grau de tenente de voo.

"Sem dúvida, eu amo voar, então será uma honra servir operacionalmente com a força de busca e resgate, ajudando a prover um serviço vital de emergência."

O príncipe completou 70 horas de tempo de voo com mais 50 horas em um simulador, como parte de um treinamento para manusear o helicóptero.

O irmão mais novo de William, Harry, serviu na linha de frente no Afeganistão com as forças armadas britânicas.

(Reportagem de Matt Falloon)

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHAWILLIAMPILOTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.