Prodi vence voto de confiança na Câmara dos Deputados

Tarefa muito mais difícil será no Senado, onde já não tem a maioria

REUTERS

23 de janeiro de 2008 | 15h36

O primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, venceu um voto de confiança na Câmara dos Deputados conforme era esperado nesta quarta-feira, mas enfrenta uma tarefa muito mais difícil no Senado, onde já não tem a maioria. O governo de centro-esquerda triunfou por 326 votos contra 275. Prodi tenta evitar uma crise governamental deflagrada pela decisão de um aliado de deixar sua coalizão de governo. As chances de sucesso do premiê, no entanto, parecem pequenas, pois com a saída da União Democráticos para a Europa (Udeur) do Executivo, Prodi perde três senadores a seu favor.  Clemente Mastella, líder do partido católico Udeur, que vinha sendo essencial para garantir a maioria do governo no Senado, anunciou que seu grupo não apoiará mais o governo de centro-esquerda e declarou-se favorável à convocação de eleições.

Mais conteúdo sobre:
ITALIAPRODIVENCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.