Putin coloca ex-premiê à frente do serviço de espionagem

Mikhail Fradkov foi substituído da maior cadeira do Legislativo, em setembro, por Viktor Zubkov

Efe,

06 de outubro de 2007 | 11h49

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, designou neste sábado, 6, o ex-primeiro-ministro Mikhail Fradkov como chefe do Serviço de Espionagem Externa.   "Os senhores conhecem perfeitamente o diretor da espionagem externa, é Mikhail Fradkov", disse Putin à imprensa em Dushanbe, onde o presidente participa das cúpulas da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), da Comunidade Econômica Eurasiana e da Organização do Tratado de Segurança Coletiva.   Fradkov anunciou sua renúncia no final de setembro, durante uma reunião no Kremlin. O anterior chefe da espionagem russa, Serguei Lebedev, foi designado na sexta como secretário-executivo geral da CEI. Ainda no último mês, Fradkov foi substituído por Viktor Zubkov, cotado também à sucessão de Putin à Presidência russa.   A manobra pode servir para que Putin possa concorrer para o cargo de premiê no próximo ano. Ele foi nomeado lídero do partido para as eleições legislativas de dezembro. "Todos temos que pensar juntos em como construir uma estrutura de poder que corresponda melhor ao período pré-eleitoral e prepare o país para o período depois da eleição presidencial de março", disse Putin. Durante a última transferência de poder presidencial, o então presidente Boris Yeltsin nomeou Putin como premiê em 1999, meses antes de Putin ter se tornado presidente interino.

Tudo o que sabemos sobre:
PutinMikhail FradkovViktor Zubkov

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.