Putin diz que sanções à Rússia contrariam legislação internacional

Putin diz que sanções à Rússia contrariam legislação internacional

REUTERS

14 Novembro 2014 | 07h25

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira que as sanções econômicas impostas à Rússia sobre a crise na Ucrânia contrariam os princípios do G20, grupo das principais economias desenvolvidas e em desenvolvimento, e infringem a legislação internacional.

Putin disse também à agência estatal de notícias Tass, em entrevista antes de uma cúpula do G20 na Austrália, que as reservas da Rússia são grandes o suficiente para lidar com qualquer nova crise.

Putin afirmou ainda não descartar que a principal petrolífera russa, a Rosneft, receba dinheiro do Fundo Nacional de Previdência, mas disse que é preciso realizar uma análise completa das necessidades da empresa.

(Por Alexander Winning)

Mais conteúdo sobre:
RUSSIAPUTIN0SANCOESRESPOSTAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.