Putin diz que sanções prejudicam Rússia, mas não de forma crítica

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira que as sanções estão prejudicando a economia da Rússia, mas que o dano não é crítico.

Reuters

24 de abril de 2014 | 08h24

"No geral elas estão causando danos, porque os ratings (de crédito) estão sendo revistos, empréstimos podem ficar mais caros e assim por diante. Mas isso não é de caráter crítico", disse Putin sobre as sanções impostas à Rússia pela anexação da península da Crimeia.

Putin também condenou o uso de sanções como um instrumento de política internacional, dizendo que elas prejudicam todos os envolvidos e refletem mal naqueles que as aplicam.

"Elas são prejudiciais para todos, destroem a economia global (e) são desonrosas da parte daqueles que usam esses tipos de ferramentas", disse Putin.

(Reportagem de Alexei Anishchuk)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAPUTINSANCOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.