Putin diz que sanções visam prejudicar esforço de paz na Ucrânia

Putin diz que sanções visam prejudicar esforço de paz na Ucrânia

O presidente da Rússia afirmou que o seu governo está considerando adotar medidas de retaliação

REUTERS

12 de setembro de 2014 | 11h57

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira que as novas sanções do Ocidente contra seu país têm como objetivo prejudicar os esforços de paz no leste da Ucrânia e afirmou que o governo russo está considerando adotar medidas de retaliação, mas somente se beneficiarem a Rússia.

Em declarações a jornalistas após um encontro do bloco de segurança da Organização de Cooperação de Xangai, na capital do Tadjiquistão, Dushanbe, Putin disse que as sanções "pareciam um pouco estranhas", tendo em vista a situação de paz no leste da Ucrânia, incluindo um cessar-fogo.

(Reportagem de Alexei Anishchuk e Darya Korsunskaya)

Mais conteúdo sobre:
RUSSIAPUTINSANCOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.