Putin e Cameron concordam que 'ações pacíficas' são única solução para Ucrânia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, concordaram nesta quarta-feira durante telefonema que a crise ucraniana só pode ser resolvida por meio de "ações pacíficas", disse o Kremlin em um comunicado.

Reuters

30 de abril de 2014 | 16h18

"O presidente russo observou, em particular, a importância fundamental da implementação mais rápida e incondicional pelas autoridades de Kiev das disposições da declaração de Genebra de 17 de abril para acalmar as tensões no país", acrescentou.

(Reportagem de Gabriela Baczynska)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAPUTINCAMERON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.