Putin ordena averiguação da prontidão de combate das tropas no leste da Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu a verificação da prontidão para combate de soldados no extremo leste da Rússia, marcando o mais recente procedimento militar deste ano em meio a uma série de tensões desencadeadas pela crise na Ucrânia.

REUTERS

11 de setembro de 2014 | 10h26

Agências russas de notícias citaram o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, dizendo à liderança das forças armadas, nesta quinta-feira, que as tropas no distrito militar oriental, que inclui a fronteira marítima da Rússia com o Japão e uma parte da divisão com a China, receberam ordens de estar em total prontidão de combate.

Diversas checagens militares e exercícios de guerra, os quais Putin tem implementado para testar e demonstrar as capacidades das forças armadas, elevaram as tensões à medida que as relações entre Moscou e o Ocidente se esfriam por conta do papel da Rússia na crise da Ucrânia.

O Ocidente acusa Putin de utilizar algumas das manobras para elevar a presença das tropas russas na fronteira com a Ucrânia.

As checagens no leste da Rússia também tinham a intenção de testar a capacidade de repartições locais dos ministérios de comércio, comunicações e transportes de trabalharem juntos em condições de guerra, segundo a imprensa local.

(Por Thomas Grove)

Mais conteúdo sobre:
RUSSIAPUTINTROPAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.