Putin vistoria produção de caviar russo e beija peixe

Presidente russo avalia esturjões e derruba recipiente com ovas do peixe, que custam 10 mil euros o quilo

Efe,

31 de agosto de 2007 | 21h11

O presidente russo, Vladimir Putin, se empenhou na luta contra o contrabando das ovas de esturjão (peixe) do Mar Cáspio, de onde saem 90% da produção mundial.   Putin visitou uma peixaria nesta sexta-feira, 31, na cidade de Astrajan e deixou cair um recipiente com crias de esturjão beluga - cujas ovas são as mais requisitadas e custam cerca de 10 mil euros o quilo.   O presidente também vistoriou os esturjões. Os segurou e jogou de volta para o tanque, inclusive beijando um deles. A Rússia, antigo paraíso do caviar, tenta recuperar o controle sobre o lucrativo comércio da especiaria, agora nas mãos do Irã.   Atualmente, em torno de 95% da produção de caviar russo é ilegal - negócio que atingiria cifras milionárias, afirmam fontes oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
PutinRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.