Efe
Efe

Quadro de Stanley Spencer é leiloado por US$ 8,7 milhões

Pintura foi arrematada no maior leilão de arte britânica do século XX

Efe,

16 de junho de 2011 | 03h07

LONDRES - O quadro Sunflower and Dog Worship, do britânico Stanley Spencer (1891-1959), foi leiloado na quarta-feira, 15, na Sotheby's de Londres por US$ 8,7 milhões, triplicando o preço máximo estimado e marcando um novo recorde para obras do artista.

A pintura foi arrematada no maior leilão de arte britânica do século XX, que incluiu importantes trabalhos de Lucian Freud, Henry Moore, Edward Burra e Barbara Hepworth.

Boy on a Sofa, obra de Lucian Freud cujos materiais principais são o lápis e o giz, foi adquirido por US$ 2,4 milhões, dobrando seu preço estimado e marcando o recorde para um trabalho em papel do artista. Já a escultura de bronze Rocking Chair, de Henry Moore, parte de uma série de seis peças, foi vendida por US$ 4 milhões.

Smith-Petersen Pin uma obra feita com lápis e óleo pela escultora Barbara Hepworth alcançou US$ 234.800, abaixo do preço mínimo estimado. Outro lote destacado da venda foi Zoot Suits, de Edward Burra, que mostra um grupo de imigrantes jamaicanos recém-chegados a Londres, vendido por US$ 3,2 milhões, quadruplicando seu preço máximo estimado.

Outro quadro de Stanley Spencer, Workmen in The House, arrecadou US$ 7,6 milhões, também bastante acima do preço máximo estimado.

A maioria das obras leiloadas na quarta-feira, 15, pela Sotheby's pertencia a Wilfrid Evill, um colecionador de arte contemporânea britânica cujo apoio econômico foi de grande ajuda para alguns dos mais célebres artistas do Reino Unido. Evill era amigo de Spencer, um dos artistas britânicos mais singulares do século passado, e possuía a maior coleção particular de obras do artista.

A renda arrecadada no leilão será destinada a instituições beneficentes ligadas à arqueologia marinha, segundo informou a Sotheby's.

Tudo o que sabemos sobre:
quadrostanley spencersotheby

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.