Quase 900 veículos são queimados na virada do ano na França

Embora número seja maior do que o divulgado pelo Governo dias atrás, porcentagem é menor que ano anterior

Efe,

10 de janeiro de 2008 | 10h06

O Ministério do Interior confirmou nesta quinta-feira, 10, que 878 veículos foram queimados na França na noite de 31 de dezembro, contradizendo os 372 anunciados dias atrás pelo Governo. Embora o dado oferecido até então tenha sido provisório, o ministério ainda não tinha divulgado o balanço final. O mesmo aconteceu no Ano Novo de 2006, quando inicialmente declararam a queima de 397 carros e, depois, alegaram que número total era 973. Fazendo um balanço dos dois anos, pode-se concluir que, no último dia de 2007, o número de carros queimados foi 9,7% menor que no ano anterior. Segundo o ministério, "o incêndio de veículos não pode ser associado sistematicamente às manifestações de violências urbanas", já que em muitos casos se devem "a fraudes cometidas contra seguradoras ou destruição de carros roubados". No entanto, para o Partido Socialista, oposicionista, estes novos dados "confirmam a existência de uma violência preocupante que não retrocede".

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaAno Novo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.