Recompra da dívida grega não se aplicará a fundos de pensão - ministro

ATENAS, 1 Dez (Reuters) - Fundos de pensão gregos não farão parte em uma recompra da dívida que é parte vital do pacote internacional de resgate do país, disse o primeiro-ministro grego, Antonis Samars, em entrevista a um jornal.

Reuters

01 de dezembro de 2012 | 16h15

"A recompra não envolve os fundos de pensão", disse Samaras, segundo a entrevista publicada no jornal dominical Proto Thema.

Os fundos de pensão gregos detêm mais de 8 bilhões de euros de um total de 63 bilhões de euros de títulos gregos detidos por investidores privados.

A Grécia deve conduzir o negócio até 13 de dezembro, antes de receber mais de 30 bilhões de euros em pagamentos de resgate devidos da zona do euro e do Fundo Monetário Internacional (FMI). (Reportagem de Renee Maltezou)

Tudo o que sabemos sobre:
GRECIADIVIDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.