Katie Collins/AP
Katie Collins/AP

Reino Unido anuncia profundo corte orçamentário na Defesa

Déficit chega a quase 37 bilhões de libras; despesas administrativas e de pessoal serão reduzidas

Efe

13 de agosto de 2010 | 09h16

LONDRES - O governo do Reino Unido anunciou nesta sexta-feira, 13, uma profunda reforma no Ministério da Defesa para reduzir o grande déficit financeiro do departamento e ajustá-lo às novas necessidades das operações militares empreendidas pelo país.

 

Como explicou o ministro da Defesa, Liam Fox, o governo de coalizão cortará as despesas administrativas e de pessoal com o objetivo de garantir maiores recursos às tropas ativas e de reduzir um déficit chega a quase 37 bilhões de libras (45 bilhões de euros).

 

O corte afetará um número não determinado de altos cargos militares e de funcionários civis, detalhou Fox, para ter um departamento "menos centralizado e mais transparente".

 

No marco da chamada Revisão da defesa Estratégica e a Segurança (SDSR), cujas conclusões definitivas serão conhecidas em outubro, o ministro também anunciou que os comandantes militares terão maior controle sobre a gestão do Exército.

 

Fox falou de "uma mudança na cultura" que é produto de uma renovação e de equilíbrios geoestratégicos, e ressaltou que a atual geração de dirigentes políticos e parlamentares é a primeira em atividade que não viveu o espírito da Guerra Fria.

 

O titular da Defesa não entrou em detalhes sobre o conteúdo e o alcance dos cortes, mas a imprensa britânica aponta que o Exército poderia perder uma de suas brigadas na Alemanha e que a força aérea (RAF) poderia ser reduzida em tamanho ao menor nível desde a Primeira Guerra Mundial. Além disso, o programa Trident de submarinos nucleares poderia ser reduzido de quatro para três unidades.

 

Embora os números exatos do corte ainda não sejam conhecidos, o orçamento da Defesa deverá ser afetado em um número entre 10% e 20% com relação ao atual, no marco do forte programa de austeridade fiscal iniciado pelo governo para reduzir o déficit público, que está em torno dos 200 bilhões de euros.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoFoxDefesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.