Reino Unido eleva para 'grave' nível de alerta terrorista

Apesar da mudança, ministro do Interior afirmou que não há indícios de atentados iminentes

Efe

22 de janeiro de 2010 | 20h17

O Governo britânico aumentou nesta sexta-feira, 22, o nível de alerta em relação ao terrorismo internacional de "significativo" para "grave", o que, segundo a escala vigente, significa que um ataque é "altamente provável".

 

Veja também:

linkAlerta de bomba força avião a pousar no norte da Grécia

linkÍndia alerta sobre ameaça de sequestro de aviões por militantes

linkUE e EUA cooperarão para reforçar segurança aérea

 

Apesar dessa qualificação, a segunda mais alta na escala oficial, o ministro do Interior, Alan Johnson, ressaltou que não há atualmente nenhum indício que possa haver um atentado de forma iminente.

 

O ministro disse que o centro responsável pela informação está constantemente revisando o nível de alerta "e emite seus juízos baseando-se em um amplo leque de fatores, incluindo a intencionalidade e capacidade de grupos terroristas no Reino Unido e no estrangeiro".

 

A mudança de nível, que tinha permanecido inalterado desde julho passado, só significa que as pessoas "devem ficar mais alertas" e informar às autoridades sobre qualquer atividade suspeita.

 

O ministro disse que a decisão de elevar o alerta não está relacionada com nenhum incidente concreto, como o atentado fracassado do Natal passado contra um avião americano perpetrado por um nigeriano com ligações com o Iêmen.

 

A escala de alerta terrorista no Reino Unido tem cinco níveis, de baixo a crítico. Este último significa que um ataque é iminente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.