Steve Back /Efe
Steve Back /Efe

Reino Unido prende 12 suspeitos em ação antiterrorismo

Diretor da Scotland Yard pediu demissão após se deixar fotografar com documentos confidenciais

Agências internacionais,

09 de abril de 2009 | 12h19

A polícia britânica prendeu 12 suspeitos de terrorismo no noroeste da Inglaterra, em uma operação precipitada por um vazamento de informações do diretor de contraterrorismo da Scotland Yard, Bob Quick. A maioria dos presos é de origem paquistanesa.

Os 12 homens foram detidos na quinta-feira, 8, e estão sendo interrogados em uma série de operações realizadas dentro de uma ampla operação antiterrorista.

Ele foi fotografado na quarta-feira com papéis confidenciais à mostra que revelavam planos de lançar uma grande ação para prender um grupo de suspeitos de planejar um atentado no Reino Unido. Quick colocou o cargo à disposição nesta manhã. "Reconheço que minha postura poderia ter comprometido a operação", disse em comunicado.

Segundo o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, os policiais desbarataram 'uma ameaça terrorista muito grande ligada à Al-Qaeda'. O premiê disse que conversará ainda hoje com o presidente paquistanês Asif Ali Zardari.

 

Quick, que tinha se desculpado pelo erro perante seus superiores, será substituído à frente das operações contra o terrorismo pelo subcomissário John Yates.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidoterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.