'Respeito' pela família real diminui desde morte de Diana

Número de britânicos que respeitam família real caiu de 64% para 49%, diz pesquisa publicada pela imprensa

BBC Brasil, BBC

31 de agosto de 2007 | 09h18

Uma pesquisa realizada na Grã-Bretanha revelou que o índice das pessoas que "respeitam" a família real no país caiu de 64% para 49% desde a morte da princesa Diana, o nível mais baixo já registrado.  - Veja também: Dez anos após morte de Diana, Windsors recuperam prestígio A morte de Diana e as teorias da conspiração Família real relembra 10 anos da morte Diana ainda está nas manchetes Amiga brasileira diz que Diana quebrou tabus Relatório revela momentos finais Local de morte atrai fãs e curiosos em Paris Trechos do documentário 'Diana: The Witnesses In The Tunnel'  Linha do tempo  A sondagem, realizada pelo instituto de pesquisa YouGov foi encomendada pelo jornal britânico The Daily Telegraph. Ainda segundo a pesquisa, 25% dos entrevistados disseram que sua opinião sobre a família real havia piorado na última década. Apenas 6% das pessoas ouvidas disseram que sua impressão havia melhorado. A sondagem ainda mostrou que 82% dos entrevistados avaliam que a princesa tinha "uma capacidade incrível" de cativar as pessoas e 80% acreditam que ela "realmente se importava com pessoas doentes e deficientes". O estudo também revela que a morte de Diana e de seu namorado Dodi Fayed num acidente de carro em Paris, há dez anos, ainda está presente na memória das pessoas, com 89% dos entrevistados afirmando que ainda se lembram de onde estavam quando receberam a notícia da morte da princesa. E, apesar das inúmeras investigações feitas até hoje apontarem que Diana morreu vítima da colisão do carro, 43% disseram que ainda têm suspeitas em relação às causas do acidente. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.