Rice promete à Turquia medidas 'efetivas' contra rebeldes curdos

Os Estados Unidos prometeram nestasexta-feira uma ação "efetiva" contra rebeldes curdos quelançam ataques contra a Turquia a partir do norte do Iraque,mas alertaram Ancara de que uma incursão militar do paíspoderia desestabilizar a área. A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice,visita a Turquia em meio a um crescente sentimento anti-EUA nopaís. Ela classificou a grupo rebelde Partido dos Trabalhadoresdo Curdistão (PKK) como um "inimigo comum", mas não especificouquais medidas os EUA estão considerando contra ele. A Turquia avisou que realizará uma grande operação militarno norte iraquiano a menos que autoridades norte-americanas edo Iraque cumpram promessas de combater os estimados 3.000guerrilheiros que usam o território como base. O governo turco já mobilizou 100 mil soldados para a área,apoiados por tanques, artilharia e aviões."Estamos certamente preocupados de que qualquer coisa que possadesestabilizar o norte do Iraque não será do interesse daTurquia, não será do nosso interesse e não será do interessedos iraquianos. Esta tem sido a razão para pedir controle",disse Rice a jornalistas viajando com ela. "Mas entendemos a necessidade de se fazer algo efetivocontra a ameaça do PKK", afirmou, acrescentando que o grupo "éum inimigo dos Estados Unidos da mesma maneira que é um inimigodos turcos". Rice irá se encontrar com o chanceler turco, Ali Babacan, opresidente Abdullah Gul e o primeiro-ministro Tayyip Erdogan --este último programado para ir a Washington na próxima semanapara reuniões com o presidente George W. Bush sobre o PKK.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.