Rússia alerta Síria contra uso de armas químicas

A Rússia alertou nesta terça-feira a Síria para que não use armas químicas, dizendo que Moscou dá como certo que o governo sírio vai aderir às suas obrigações internacionais.

Reuters

24 de julho de 2012 | 14h36

Em um comunicado, o Ministério de Relações Exteriores russo afirmou que a Síria ratificou um protocolo internacional em 1968 que proíbe o uso de gases venenosos como método de guerra.

O porta-voz do Ministério de Relações Exteriores sírio, Jihad Makdissi, reconheceu na segunda-feira que o país tinha armas químicas, dizendo que não iria usá-las para esmagar os rebeldes, mas poderia usá-las contra uma agressão externa.

Mais conteúdo sobre:
RUSSIASIRIAALERTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.