Rússia alerta sobre 'nova guerra' na região de Abkházia

Para Ministério de Defesa, situação irá se agravar se governo de Tbilisi usar força militar para resolver o conflito

Amie Ferris-Rotman e Thomas Peter, da Reuters,

05 de julho de 2008 | 11h50

Uma "nova guerra" poderia explodir na região separatista de Abkházia, na Geórgia, caso Tbilisi utilizar a força militar para resolver o conflito, disse neste sábado, 5, o Ministério de Defesa russo. O líder separatista Sergei Bagapsh acusou neste sábado a Geórgia de planejar uma operação para tomar a região a força este ano, em uma ação que não foi finalizada. "Tais planos por parte de Tbilisi só podem ser vistos como outro passo para o agravamento das tensões na região, o que poderia levar o conflito a uma nova guerra", disse o ministério de Defesa em comunicado publicado em sua página na internet (www.mil.ru). Um popular centro turístico durante a era soviética, Abkházia se livrou do governo de Tbilisi em uma guerra separatista na década de 1990. Não é reconhecido por nenhum país, mas tem sua própria administração.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.