Rússia derrubou avião-robô da Geórgia, diz ONU

A Organização das NaçõesUnidas (ONU) afirmou nesta segunda-feira que um avião militarda Rússia derrubou um avião-robô espião da Geórgia sobre aAbkházia, no mês passado, o que fortalece as acusações dogoverno georgiano sobre os russos estarem auxiliando osseparatistas desse território. Um relatório da ONU feito a partir de imagens de vídeo,testemunhos e registros de radar surge como a comprovaçãoindependente mais vigorosa até agora a confirmar a alegação daGeórgia -- negada pela Rússia -- de que uma aeronave russaderrubou, no dia 20 de abril, um avião espião. Segundo o documento, registros de radar mostraram que ojato ingressou em espaço aéreo russo após derrubar o avião-robôsobre a Abkházia, uma região separatista. "Na ausência de provas contundentes em contrário, isso levaà conclusão de que a aeronave pertencia à Força Aérea daRússia", disse o relatório divulgado por meio do site da missãoda ONU na Geórgia, www.unomig.org. O Ministério da Defesa da Rússia negou a acusação,afirmando que "os aviões da Força Aérea russa não realizaramvôos perto da fronteira georgiana no dia 20 de abril." "Não há como falar em violação da fronteira oficial daGeórgia e nem há como falar nada sobre a derrubada de um aviãonão-tripulado", afirmou Alexander Drobyshevsky, porta-voz doministério russo. Anteriormente, a Rússia tinha dito que o avião-robô haviasido derrubado por baterias antiaéreas usadas pelosseparatistas da Abkházia. O presidente georgiano, Mikheil Saakashvili, disse arepórteres que o relatório da ONU "representava o primeirodocumento em que uma organização internacional responsabiliza aRússia por uma operação do tipo." O relatório contém "uma acusação direta contra a Rússia porter realizado um ato de agressão", afirmou. O incidente do mês passado fez aumentar as tensões entre osdois países, que já travam uma batalha acirrada devido ao apoiorusso aos separatistas e devido aos planos da Geórgia deingressar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Autoridades georgianas tinham divulgado um vídeo, gravadopela câmera do avião-espião antes de este ser derrubado, quemostra um caça aproximando-se dele e depois lançando um míssilem sua direção. Internacionalmente, a Abkházia é considerada parte daGeórgia. Mas a região goza de grande autonomia desde queexpulsou as forças georgianas em uma guerra separatistaocorrida nos anos 90. (Por Christian Lowe)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.