Rússia diz a EUA que Kiev deve cessar operação no leste da Ucrânia

O Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse nesta quarta-feira ao secretário de Estado norte-americano, John Kerry, que o governo ucraniano deve cessar a sua operação militar e concordar com um cessar-fogo com os separatistas, informou seu ministério.

REUTERS

11 de junho de 2014 | 17h34

Em uma conversa por telefone com Kerry, Lavrov ainda enfatizou "a importância de conversas diretas" entre o governo e rebeldes pró-Rússia e a necessidade de aliviar os problemas humanitários no sudeste da Ucrânia, de acordo com a pasta.

Lavrov "destacou a necessidade da interrupção mais rápida por parte de Kiev de sua operação militar no sudeste, de um acordo sobre os termos do cessar-fogo, de uma solução para questões humanitárias prementes e... um verdadeiro diálogo nacional sobre a futura estrutura da Ucrânia”.

O comunicado revelou que tanto Lavrov quanto Kerry expressaram apoio aos esforços da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) para encerrar a crise na Ucrânia, que deixou dezenas de mortos e levou os laços entre Rússia e EUA ao seu ponto de maior tensão desde o fim da Guerra Fria.

(Reportagem de Steve Gutterman)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAEUAUCRANIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.