Rússia diz que EUA apoiam 'partido da guerra' em Kiev

A Rússia acusou os Estados Unidos nesta quinta-feira de apoiarem o que Moscou descreveu como "partido da guerra" em Kiev, e disse que está esperando a resposta da liderança da Ucrânia e de rebeldes no leste do país ao plano de cessar-fogo apresentado pelo Kremlin.

REUTERS

04 de setembro de 2014 | 09h31

"O aumento na retórica anti-Rússia que temos visto exatamente quando há um esforço muito ativo para se buscar uma solução política mostra que o partido da guerra em Kiev tem apoio externo ativo, neste caso, dos Estados Unidos", disse o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, em entrevista coletiva.

Em contraste, disse ele, a Rússia está "fazendo e fará" tudo que estiver a seu alcance em busca da paz no leste da Ucrânia.

(Reportagem de Alexei Anishchuk)

Mais conteúdo sobre:
RUSSIALAVROVUCRANIAEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.