Rússia diz que fornecerá veículos blindados para Venezuela

A Rússia deve fechar em breve com a Venezuela um acordo para a venda de veículos blindados usados no transporte de tropas, afirmou o vice-diretor da empresa estatal russa exportadora de armas, segundo a agência de notícias do país Interfax. "A cooperação militar-tecnológica com a Venezuela vem se intensificando muito", disse Igor Sevastyanov, vice-diretor-geral da Rosoboronexport. As declarações dele foram divulgadas pela Interfax na quarta-feira. "Estamos planejado o fornecimento de uma grande quantidade de veículos de infantaria BMP-3. O contrato deve ser assinado dentro de um mês", afirmou. O BMP-3 é um veículo blindado de 19 toneladas usado para o transporte de tropas. Ele possui uma metralhadora 100 mm e pode carregar três tripulantes e sete passageiros. Segundo Sevastyanov, as negociações sobre a venda de sistemas de defesa costeira e de artilharia também avançam. Não foram, porém, divulgados maiores detalhes a esse respeito. A Rússia anunciou no mês passado que forneceria à Venezuela um empréstimo de 1 bilhão de dólares para cobrir a compra de armas e equipamentos militares de fabricação russa. Os dois países, ambos grandes produtores de petróleo, dizem ter aprofundado seus laços ampliando a cooperação nos setores econômico e militar. O presidente venezuelano, Hugo Chávez, deu apoio à Rússia na guerra contra a Geórgia em torno da região separatista da Ossétia do Sul. Chávez, famoso por suas críticas aos EUA, recebeu em território venezuelano aviões bombardeiros russos neste mês e navios de guerra da Rússia realizarão exercícios na Venezuela em novembro. Essas deverão ser as primeiras manobras do tipo nas Américas desde o fim da Guerra Fria. (Reportagem de Guy Faulconbridge)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.