Rússia diz que oposição síria avança e poderá derrotar o governo

Forças rebeldes estão conquistando terreno na luta contra o governo sírio e poderão ganhar a guerra contra o presidente Bashar al-Assad, disse nesta quinta-feira o enviado do Kremlin para assuntos do Oriente Médio.

Reuters

13 de dezembro de 2012 | 12h30

O vice-chanceler Mikhail Bogdanov também afirmou que a Rússia está trabalhando nos planos para remover seus cidadãos da Síria, se for necessário.

"É preciso encarar os fatos. O regime e o governo da Síria estão perdendo o controle do território cada vez mais e mais", declarou Bogdanov, segundo a agência estatal russa RIA.

"Infelizmente, a vitória da oposição síria não pode ser descartada", afirmou.

Os comentários foram o sinal mais claro ainda de que a Rússia está se preparando para a possível derrota do governo de Assad em um conflito que já matou mais de 40 mil pessoas desde março de 2011.

"Estamos lidando com questões de preparativos para a remoção. Temos planos de mobilização e estamos buscando esclarecimento sobre a localização de nossos cidadãos", disse Bogdanov.

A Rússia tem protegido o governo de Assad de censura por parte do Conselho de Segurança da ONU e resistiu à pressão ocidental para se unir aos esforços para convencê-lo a deixar o poder. Bogdanov disse que o país continuará a insistir em uma solução pacífica.

(Reportagem de Steve Gutterman)

Mais conteúdo sobre:
RUSSIASIRIAREMOCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.