Rússia diz que sanções ao Irã não impede acordo de mísseis

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse nesta quinta-feira que as novas sanções da Organização das Nações Unidas contra o Irã por conta de seu programa nuclear não obrigava Moscou a descartar seu controverso acordo para entregar mísseis superfície-ar a Teerã.

REUTERS

10 de junho de 2010 | 10h44

O porta-voz do ministério, Andrei Nesterenko, se pronunciou depois que a agência de notícias Interfax citou uma fonte da indústria de armamentos russa dizendo que a Rússia congelaria seu contrato para vender mísseis S-300 ao Irã devido às sanções. O contrato ainda não entrou em vigor.

(Reportagem de Dmitry Solovyov)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAIRAMISSEIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.