Rússia inicia exercícios militares em resposta a Ucrânia e Otan

A Rússia começou a realizar exercícios militares perto da fronteira com a Ucrânia nesta quinta-feira, em resposta às operações das forças ucranianas contra os separatistas pró-russos e aos exercícios da Otan no Leste Europeu, disse o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, à agência de notícias Interfax.

Reuters

24 de abril de 2014 | 11h46

"O sinal verde já foi dado pelas autoridades (de Kiev) para o uso da força contra civis", disse ele à agência.

"Se esta máquina militar não for detida, vai levar a um maior número de mortos e feridos. Exercícios planejados pelas forças da Otan na Polônia e nos países bálticos também não promovem a normalização da situação em torno da Ucrânia... Somos forçados a reagir a tal evolução da situação".

Segundo o ministro, a partir de quinta-feira batalhões de grupos táticos de distritos militares do sul e do oeste vão começar exercícios em regiões da Rússia que fazem fronteira com a Ucrânia.

"Além disso, a Força Aérea vai realizar voos para treinamento de manobras ao longo das fronteiras do país", disse ele à Interfax.

Dois moradores em áreas próximas à fronteira com a Ucrânia disseram à Reuters na quinta-feira que tinham visto formações de helicópteros de ataque no ar.

Uma testemunha perto da cidade de Belgorod, a cerca de 25 quilômetros da fronteira, disse ter visto 10 helicópteros indo em direção à cidade ucraniana oriental de Kharkiv. Não ficou claro se eles cruzaram a fronteira.

Uma segunda testemunha, perto da aldeia de Valuyki, na região de Belgorod, disse que ter visto 10 helicópteros se afastando da fronteira.

(Por Steve Gutterman e Christian Lowe)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAEXERCICIOSRESPOSTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.