Rússia lança operações antiterroristas na Chechênia

Ações acontecerão na parte montanhosa da região de Shali e no território das regiões de Shatoi e Vedeno

Efe,

24 de abril de 2009 | 05h54

O comando militar russo anunciou nesta sexta-feira, 24, o começo das operações antiterroristas em três regiões da Chechênia, onde foi detectada a presença de grupos armados.

 

As ações antiterroristas acontecerão na parte montanhosa da região de Shali e em todo o território das regiões de Shatoi e Vedeno, no sul da Chechênia.

 

Segundo um comunicado do comando russo divulgado pela agência Interfax, no último mês as forças federais tiveram de entrar em combate com grupos armados nessas regiões em três ocasiões.

 

"De conformidade com a lei federal, foi implantada uma série de restrições ligadas ao deslocamento de veículos, controle de identidade e pertences, e expulsão de pessoas de determinados lugares", acrescenta o comunicado.

 

O começo das operações foi anunciado apenas oito dias depois de o Comitê Nacional Antiterrorista (CNA) da Rússia suspender o regime de operação antiterrorista na Chechênia, que esteve em vigor durante quase dez anos.

 

Esta medida, segundo funcionários de alto escalão do Ministério do Interior da Rússia, facilitará a retirada de quase todas as unidades destacadas provisoriamente na Chechênia, um contingente estimado em aproximadamente 20 mil homens.

 

"O Governo da Rússia confirmou oficialmente que o ninho do terrorismo foi esmagado", declarou o presidente checheno, Ramzan Kadyrov, ao comentar a decisão do CNA.

Tudo o que sabemos sobre:
ChechêniaRússiaterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.