Rússia poderá responder militarmente ao escudo anti-mísseis

Medveded afirma que sistema de defesa americano implatado na Polônia ameaça Rússia e pede resposta

Reuters,

26 de agosto de 2008 | 17h17

O presidente russo Dmitri Medveded alertou nesta terça-feira, 26, que seu país poderá responder militarmente ao escudo anti-mísseis americano instalado na Polônia. Medveded afirmou que a implantação do sistema de defesa próximo às fronteiras russas "criará mais tensões". "Teremos que reagir de reagir de alguma forma, naturamelmente usando métodos militares", declarou o líder russo, citado pela agência RIA-Novosti.   "Esses mísseis estão perto de nossas fronteiras e constituem uma ameaça", continuou Medvedev. Oficiais de Moscou já alertaram para uma possível resposta militar para os planos americanos, mas o pronunciamento de Medvedev provavelmente agravará as relações do país com o Ocidente. Os comentários vieram à tona depois que a Rússia reconheceu a autonomia de duas províncias georgianas - Ossétia do Sul e Abkházia. A decisão foi duramente criticada pelos Estados Unidos e Europa.  

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaGeórgiaescudo anti-mísseis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.