Rússia se prepara para impor bloqueio naval contra a Geórgia

Meios de informação georgianos afirmam que vários navios russos já estão em águas territoriais da Geórgia

EFE

10 de agosto de 2008 | 03h35

O comando da frota russa do Mar Negro se prepara para impor o bloqueio dos portos marítimos da Geórgia, informaram fontes da Armada, citadas pela emissora "Eco" de Moscou. "O bloqueio é imprescindível, pois impedirá que a Geórgia receba reforços de armamento", disseram. Segundo as fontes, o comando naval russo já começou o deslocamento de forças em direção à região do Mar Negro adjacente à Geórgia. Meios de informação georgianos afirmam que vários navios russos já estão em águas territoriais da Geórgia. Ao mesmo tempo, na Geórgia vêem outras razões para o bloqueio e lembram que um dos primeiros alvos que a aviação russa já bombardeou várias vezes é o porto de Poti, de onde sai para o Ocidente o petróleo do Mar Cáspio, que a Rússia queria que trafegasse exclusivamente por seu território. "A exportação do petróleo azerbaijano desde os portos georgianos ficou suspensa provisoriamente por causa das operações militares", disse à televisão azerbaijana Rovnag Abdulaev, presidente da Companhia Petrolífera Estatal do Azerbaijão. A aviação russa também atacou, embora sem resultados, o oleoduto que cruza Geórgia, vindo do Azerbaijão com destino à Turquia.

Tudo o que sabemos sobre:
Geórgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.