Rússia, Ucrânia e UE vão discutir fornecimento de gás e acordo comercial

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, conversou nesta quinta-feira por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin

REUTERS

14 de agosto de 2014 | 17h28

Os presidentes de Rússia, Ucrânia e Comissão Europeia concordaram em manter conversações sobre o fornecimento de gás e sobre o acordo comercial entre a Ucrânia e a União Europeia, em paralelo aos esforços para estabilizar a situação de segurança na Ucrânia, afirmou a UE nesta quinta-feira.

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, conversou nesta quinta-feira por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, para discutir formas de aliviar a crise na Ucrânia, disse a Comissão em um comunicado.

"Foi acordada a realização de consultas entre os presidentes da Rússia, da Ucrânia e da Comissão Europeia sobre as questões relacionadas à implementação do acordo de associação (UE-Ucrânia), bem como sobre o fornecimento de gás, paralelamente aos esforços para estabilizar a situação política e de segurança."

"As medidas concretas para essas negociações serão discutidos por meio dos canais diplomáticos apropriados", disse a Comissão.

(Reportagem de Adrian Croft)

Tudo o que sabemos sobre:
UCRANIARUSSIAEUROPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.