Rússia, Ucrânia, EUA e UE vão discutir crise semana que vem em Genebra

Rússia, Estados Unidos, Ucrânia e União Europeia vão se reunir na próxima quinta-feira para tentar negociar um fim para a crise na Ucrânia, disseram diplomatas europeus.

Reuters

10 de abril de 2014 | 08h39

A Rússia tem afirmado que quer mais informações sobre a agenda dessa reunião e, embora não haja de imediato mais detalhes sobre o encontro, diplomatas da União Europeia afirmam que está mantido.

A chefe de Relações Exteriores da UE, Catherine Ashton, vai prestar informações à maioria dos chanceleres do bloco na segunda-feira, disseram três diplomatas, que pediram anonimato.

"Nós precisamos manter o canal do diálogo aberto, mesmo se consideramos futuras sanções", disse um dos diplomatas. "A solução para a crise será por meio de negociações."

A Rússia, que desafiou a Ucrânia e o Ocidente ao anexar a Crimeia no mês passado, não quer ser forçada a participar de conversas com o governo interino ucraniano, devido ao papel que teve na deposição do ex-presidente Viktor Yanukovich, um aliado russo, o que Moscou chamou de um golpe armado, incentivado por países do Ocidente.

(Reportagem de Robin Emmott e Tom Korkemeier)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAEUUCRANIAREUNIAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.