Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sarkozy diz que vai tirar lições das eleições locais francesas

Oposição conquista importantes vitórias e ganha espaço; presidente ressalta que não interferir nas disputas

REUTERS

11 de março de 2008 | 08h36

O presidente francês Nicolas Sarkozy disse nesta terça-feira, 11, que tiraria conclusões dos resultados das eleições locais de domingo que, espera-se, trarão perdas para o UMP, partido de centro-direita do presidente. Os socialistas, da oposição, conseguiram várias vitórias importantes no primeiro turno das eleições no último domingo e, no segundo turno, que ocorre no dia 16 de março, têm grandes chances de tomar da direita o controle da capital, Paris, e de várias grandes cidades. Sarkozy, que se comprometeu a continuar sua agenda de reformas econômicas fosse qual fosse o resultado das eleições, disse que envolver-se nas campanhas municipais não faz parte de seu papel de presidente, mas acrescentou: "Assim que tivermos os resultados definitivos, todos os líderes políticos, eu em primeiro lugar, terão de tirar as lições que essas eleições trouxeram", disse ele a repórteres. "O povo terá falado. Naturalmente vou levar em conta o que eles têm a dizer".

Tudo o que sabemos sobre:
Françaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.