Sarkozy e Bruni teriam se casado na quinta-feira em Paris

Durante a última semana já haviam rumores do casamento civil, porém ninguém confirmava os boatos

Efe,

14 de janeiro de 2008 | 16h53

Nicolas Sarkozy, presidente da França, e a cantora e ex-modelo Carla Bruni teriam se casado na última quinta-feira, 10, no Palácio do Eliseu, em Paris, segundo o site do jornal L'Est Républicain. O assessor de imprensa do presidente francês, Frank Louvrier, que o acompanha na viagem iniciada no domingo pelo Golfo Pérsico, se negou a fazer comentários, alegando que "esta informação corresponde à vida particular de Sarkozy". O jornal tem como fonte de sua informação uma testemunha do casamento, que não é identificada. Em entrevista coletiva na terça-feira, 8, Sarkozy foi perguntado, segundo informação de um jornal dominical, se a cerimônia matrimonial ocorreria em 9 de fevereiro. O presidente respondeu que sua relação com Bruni "é séria, e que nenhum jornal fixaria a data do casamento". Ele disse que provavelmente os jornalistas saberiam do casamento quando o matrimônio já tivesse ocorrido. Durante a última semana, já haviam rumores do casamento civil entre Sarkozy e Carla, porém ninguém confirmava os boatos. Se o casal realmente tiver casado, estarão resolvido os problemas de protocolo que as autoridades da Índia enfrentariam durante a visita oficial do presidente ao país, nos dias 25 e 26. A imprensa indiana falava do problema que as autoridades teriam em receber Sarkozy acompanhado de alguém que não fosse sua esposa.

Tudo o que sabemos sobre:
Carla BruniNicolas Sarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.