Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sarkozy e Carla Bruni reúnem-se com Nelson Mandela

Nova primeira-dama diz querer se envolver com questões humanitárias

MICHAEL GEORGY, REUTERS

29 de fevereiro de 2008 | 16h22

O presidente da França, NicolasSarkozy, e sua mulher, Carla Bruni, reuniram-se com NelsonMandela na África do Sul, na sexta-feira, em um encontrodescrito pela primeira-dama novata como profundamenteemocionante. Fotos mostraram o casal sorrindo ao lado do ícone da lutacontra o apartheid em sua primeira viagem juntos ao exteriordepois que os dois se casaram secretamente quatro semanasatrás, gerando muito burburinho. "Eu gostei realmente dessa viagem. Conhecer o senhorMandela e visitar a África do Sul foi uma experiência única emuito tocante", afirmou a repórteres franceses Bruni, umamodelo que virou cantora. Questionada sobre como via seu papel de primeira-dama,Bruni respondeu: "Eu espero acompanhar meu marido. Espero sercapaz de me envolver com as questões humanitárias. Ele meajudará muito nesse quesito." Os índices de popularidade de Sarkozy viram-se prejudicadospelo conturbado romance e pelo casamento relâmpago com Bruni,ocorrido apenas quatro meses depois de o líder francês ter sedivorciado de sua segunda mulher. Alguns acusaram o dirigentede ter sido impulsivo demais e de ter manchado a dignidade deseu cargo. Sarkozy empenhou-se ao máximo para elogiar sua nova mulher. "Ela está sendo fantástica porque tenho a impressão de queum monte de atenção foca-se nela", afirmou. "Eu fiquei realmente orgulhoso de tê-la comigo. Obrigado",afirmou o presidente, voltando-se para Bruni. Pouco antes, o casal tinha viajado até Robben Island evisitado a cela onde Mandela ficou preso durante o apartheid. (Reportagem adicional de Emmanuel Jarry)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCASARKOZYMANDELA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.