Sarkozy quer debate ´sem tabus´ para modernizar instituições

Presidente francês anuncia criação de comitê de sábios que irá fazer propostas

Agências internacionais

12 Julho 2007 | 17h44

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, pediu nesta quinta-feira um debate "sem tabus" sobre a modernização política do país e anunciou a criação de um comitê de sábios que deverá elaborar propostas sobre como adaptar as instituições do país no século XXI."Desde a metade do século, o mundo e a sociedade francesa vêm mudando, devido às inúmeras inovações que estão mudando muito as práticas. Agora, é hora de mudarmos", argumentou Sarkozy.Em discurso em Epinal (no oeste francês), cidade em que o general Charles de Gaulle pediu o reforço do poder presidencial em 1946, doze anos após criar a V República, o conservador Sarkozy assinalou que não pretende fazer mudanças "nos grandes equilíbrios" do poder, afirmando que, no período atual, a França tem "as melhores instituições em 200 anos".Sarkozy defendeu um chefe de Estado forte "que governe" e que possa expressar-se uma vez ao ano ao Parlamento para explicar suas ações e "apresentar resultados". Ele descartou, no entanto, um regime presidencial ao estilo dos Estados Unidos, "porque a França não está pronta para esta evolução".

Mais conteúdo sobre:
FrançareformasNicolas Sarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.