Sarkozy seria elimidao no primeiro turno das eleições, aponta pesquisa

Atual presidente da França teria apenas 17% dos votos nas eleições de 2012

REUTERS

28 de março de 2011 | 09h40

PARIS - Mais uma pesquisa de opinião mostrou que o presidente francês Nicolas Sarkozy seria eliminado no primeiro turno da eleição presidencial marcada para 2012 na França, deixando seus rivais de esquerda e extrema direita na disputa no segundo turno.

A nova pesquisa, publicada no domingo, 27, pela Ipsos Logica, foi divulgada no mesmo dia em que o partido UMP (União por um Movimento Popular) de Sarkozy foi derrotado em eleições locais realizadas em metade das regiões do país. A UMP venceu apenas 20,2 % dos votos, contra os 35,7 % do Partido Socialista, de oposição.

Uma série de recentes pesquisas de opinião indicou pela primeira vez que o impopular Sarkozy seria derrotado antes do segundo turno presidencial, e a eleição de domingo foi o último grande teste sobre o sentimento dos eleitores antes da votação de abril de 2012.

Apesar de o comparecimento eleitoral ter sido baixo, 45 por cento, o resultado mostrou o avanço da Frente Nacional, contrária à imigração e sob nova liderança de Marine Le Pen, que garantiu 11,7 % dos votos para vereadores locais em metade das regiões do país.

A pesquisa de domingo indicou que se Sarkozy for candidato em 2012, ele ficaria em terceiro lugar no primeiro turno, atrás do chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, ou outros prováveis candidatos de esquerda, enquanto Le Pen ficaria em segundo lugar.

A pesquisa, realizada com 965 pessoas entre 25 e 26 de março, apontou que Strauss-Kahn, se concorrer, teria 34 % dos votos no primeiro turno, Le Pen teria 21 %, e Sarkozy, 17 %.

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCASARKOZYPESQUISA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.