Scotland Yard faz batidas relacionadas a atentado nos EUA

Nigeriano detido no ataque estudou engenhatia na University College de Londres, segundo emissoras locais

Efe

26 de dezembro de 2009 | 11h03

A Polícia Metropolitana de Londres, mais conhecida como Scotland Yard, confirmou neste sábado, 26, que está fazendo batidas com relação ao atentado frustrado contra um avião que aterrissou sexta-feira nos Estados Unidos.

 

Para a Casa Branca, o incidente registrado, protagonizado por um nigeriano que tentou ativar uma bomba em um avião da Northwest procedente de Amsterdã, foi uma tentativa de ataque terrorista.

 

O detido é um homem de 23 anos chamado Abdul Farouk Abdulmutallab, que, segundo as redes de TV ABC e NBC, estudou engenharia na University College de Londres.

 

A este respeito, a porta-voz da Scotland Yard não confirmou se o jovem estuda em alguma universidade de Londres ou se a Polícia britânica sabe algo sobre ele.

 

Após o ataque frustrado de Detroit, onde o avião pousaria, o aeroporto de Heathrow informou em seu site que os passageiros que forem para os EUA terão que passar por revistas "adicionais".

Tudo o que sabemos sobre:
Scotland YardLondresnigériaataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.