Seis imigrantes morrem afogados ao tentar chegar à Itália

Viajavam em um velho barco de madeira de 30 metros de comprimento junto com outros cem imigrantes

EFE,

28 de outubro de 2007 | 07h07

Seis imigrantes em situação ilegal morreram afogados, neste domingo, 28, quando a embarcação na qual viajavam se partiu nas proximidades de uma praia de Roccella Jonica, na região da Calábria (sul da Itália), informaram fontes da capitania marítima desse porto. Trata-se de seis homens, cuja nacionalidade ainda é desconhecida, que viajavam em um velho barco de madeira de 30 metros de comprimento junto com outros cem imigrantes. Todos, entre eles uma criança, foram transferidos a centros de Roccella Jonica e estão sendo atendidos pela Defesa Civil e por pessoal do sistema de saúde. Alguns dos sobreviventes contaram que partiram há vários dias de um porto da Turquia com destino ao sul da Itália, e quando nesta madrugada estavam perto de Roccella Jonica, o barco se partiu em três partes porque o mar estava muito agitado. Pessoal da capitania do porto de Roccella Jonica está rastreando a região do acidente em função da possibilidade de haver mais mortos.

Tudo o que sabemos sobre:
IMIGRANTESITÁLIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.