Sobe para 4 número de mortos em ataque a creche na Bélgica

Três crianças e um adulto foram mortos a facadas; agressor tem histórico de doenças psiquiátricas

Agências internacionais,

23 de janeiro de 2009 | 16h04

Uma criança que ficou ferida com gravidade durante o ataque a facadas nesta sexta-feira, 23, em uma creche de Dendermonde, no noroeste da Bélgica, morreu no hospital em que estava, elevando o número de vítimas do episódio para quatro. O hospital Sint-Blasius, em Dendermonde, anunciou nesta tarde a morte da criança, que tinha sido internada em estado crítico.   Na manhã desta sexta, um homem com a cara pintada entrou na creche e avançou logo depois para o departamento de bebês e começou a apunhalar as crianças indiscriminadamente. Três pessoas, um adulto e duas crianças, morreram antes das ambulâncias chegarem.   O agressor, que tem um histórico de doenças psiquiátricas e que já tinha passagem pela justiça, escapou inicialmente montado em uma bicicleta e foi detido em um supermercado de um povoado vizinho. Além dos mortos há também outros 10 feridos, todos menores de idade e alguns em estado grave.   Logo após o ataque, a polícia iniciou uma grande operação para localizar o agressor, incluindo o uso de helicópteros, e o acabou detendo. Agora o criminoso está sendo interrogado, informou ministro do Interior belga, Guido De Padt.   "A desolação é enorme", declarou o prefeito da cidade, Piet Buysse, que afirmou que os funcionários da creche que não estão feridos foram levados para um centro de amparo para receberem ajuda psicológica. Dendermonde é uma pequena cidade de 44 mil habitantes que fica a cerca de 30 quilômetros de Bruxelas.

Tudo o que sabemos sobre:
Bélgicacreche

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.