Socialistas espanhóis escolhem novo secretário-geral do partido

Os militantes socialistas espanhóis têm neste domingo a oportunidade de escolher um novo líder, que terá a tarefa de ajudar a reconectar o partido com os eleitores.

INMACULADA SANZ, REUTERS

13 de julho de 2014 | 12h00

Os 198 mil militantes do partido socialista espanhol (PSOE) poderão eleger pela primeira vez seu novo secretário-geral, que será ratificado em congresso extraordinário do partido no fim de julho.

Após perder votos desde 2011, quando cederam o poder ao Partido popular com maioria absoluta, os socialistas se viram forçados a mudar de rumo, após os maus resultados nas eleições europeias de maio passado, quando perderam 2,5 milhões de votos, em comparação com as eleições de 2009.

O secretário-geral, Alfredo Pérez Rubalcaba, anunciou então sua renúncia, deixando espaço para uma nova executiva que prepare o caminho para a escolha, em novembro, do candidato à presidência do governo espanhol nas eleições gerais de 2015.

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHASOCIALISTAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.