Submarinos nucleares francês e britânico colidiram no Atlântico

Imprensa britânica afirma que choque entre embarcações aconteceu no início do mês sem deixar vítimas

Agências internacionais,

16 de fevereiro de 2009 | 08h15

Dois submarinos, um britânico e um francês, se chocaram no início de fevereiro no Oceano Atlântico em um incidente que não causou vítimas. Ambas são equipadas com um importante arsenal nuclear. Segundo informações da imprensa britânica, os submarinos envolvidos foram o HMS Vanguard e o Le Triomphant. As duas embarcações têm cerca de 150 metros de comprimento e transportavam uma tripulação de cerca de 120 marinheiros cada.   A rede BBC afirmou que a colisão ocorreu entre os dias 3 e 4 de fevereiro, durante uma maré forte, e que os Ministérios da Defesa dos dois países abriram investigações para determinar porque os sistemas de radares não funcionaram. Segundo a BBC, ambos não conseguiram detectar a presença do outro submarino nas proximidades e os submarinos sofreram danos graves no acidente.   O Ministério britânico declarou que não vai fazer comentários sobre as operações dos submarinos de sua frota, mas afirmou que não aconteceu nenhuma situação que colocou em risco a segurança das embarcações, da tripulação ou das armas a bordo. O HMS Vanguard navega com 16 mísseis balísticos a bordo, segundo fontes citadas pela BBC, que estimam que o submarino francês dispunha de uma capacidade ofensiva militar semelhante.   O tabloide The Sun, jornal que deu primeiro a notícia na edição desta segunda, 16, tem declarações de um alto funcionário das Forças Armadas sob anonimato. Segundo ele, as consequências de um choque deste tipo são "inimagináveis". "É muito pouco provável que produzisse uma explosão nuclear, mas existe a possibilidade de um vazamento radioativo. Ainda pior, poderíamos ter perdido a tripulação e os mísseis nucleares. Teria sido um desastre nacional", afirmou. Um porta-voz da Defesa disse ao jornal que "a capacidade do Reino Unido permaneceu inalterada em todo o momento e e a segurança nuclear não foi comprometida".   No último dia 6, o Ministério da Defesa da França informou que o Le Triomphant havia atingido "um objeto submerso, provavelmente um contêiner", quando retornava de uma patrulha, danificando o sonar do submarino. O Ministério da Defesa da França não confirmou a data da colisão nem fez nenhuma menção a colisão com um submarino britânico.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.