Suécia propõe primeiro-ministro belga para presidir a UE

Britânica é indicada para cargo de política externa; nomes devem ser aprovados pelos 27 países do bloco

Associated Press e Efe,

19 Novembro 2009 | 16h43

A Suécia, atual detentora da presidência rotativa da União Europeia, propôs oficialmente o primeiro-ministro da Bélgica, Herman Van Rompuy, para ser o primeiro líder permanente do bloco. Um porta-voz de Van Rompuy disse que o nome do primeiro-ministro belga será avaliado na cúpula europeia desta quinta-feira, 19.

 

Além do belga, a cúpula analisará a indicação da diplomata britânica Catherine Ashton para o cargo de Alta Comissária de Política Externa da União Europeia.

 

Os nomes de Catherine e Van Rompuy eram os favoritos para as indicações dos cargos, principalmente após um diplomata anunciar que os líderes socialistas do bloco apoiavam a comissária de comércio da União Europeia e não a candidatura do ex-premiê britânico Tony Blair.

 

Para que assumam os cargos, o belga e a britânica devem ter suas indicações aprovadas pelas 27 nações do bloco unanimemente. Segundo uma fonte diplomática próxima da reunião, ambos "parecem ter assegurados" suas nomeações.

Mais conteúdo sobre:
UE União Europeia bloco presidência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.